Aspectos da população e biologia reprodutiva, distribuição e
   toxicologia do crinóide Tropiometra carinata da Praia Grande,
   São Sebastião - São Paulo, Brasil


Os chamados lírios do mar pertencem a classe Crinoidea, considerada a mais antiga dos Echinodermata. Estes animais foram representantes dominante dos mares no Paleozóico. Hoje em dia, a maioria das espécies é observada em grandes profundidades e, devido a sua reduzida mobilidade, muitas vezes são confundidos com plantas. São muitas vezes extremamente belos e coloridos. No sudeste do Brasil a única espécie deste grupo que é observada é Tropiometra carinata, um animal cuja coloração pode variar de marrom escuro a laranja, com ou sem padrão rajado e pintado. Junto a esse lírio do mar é freqüentemente encontrado um gastrópode também de coloração impressionante, Annulobaulcis aurisflamma, cuja concha transparente permite a visualização do corpo de cor vinho com listras amarelas. Apesar de ser encontrada em pequenas profundidades e ser considerada uma espécie comum, são raros os estudos sobre os aspectos biológicos desse lírio do mar. Entretanto, esse tipo de informação, sobre espécies variadas, é primordial para a adequação de políticas de conservação e manutenção de ecossistemas costeiros. Os crescentes níveis de poluição somados atualmente à extração de diversas espécies para comercialização, especialmente neste caso para aquarismo, geram impactos ainda não mensurados. Por estes motivos, os pesquisadores do Instituto Costa Brasilis vêm obtendo informações a respeito de diversos aspectos zoológicos e ecológicos desta espécie, tais como estrutura de tamanho, ciclo reprodutivo, fauna associada e efeitos toxicológicos, assim como as interações entre esta espécie e seus gastrópodes associados. Com o intuito de minimizar quaisquer danos sofridos pela população estudada (Praia Grande, São Sebastião, São Paulo), todos os indivíduos analisados são devolvidos ao mar após a obtenção das informações necessárias.

I. Imagens

 

Exemplar de Tropiometra carinata

Exemplar de Annulobaulcis aurisflamma

 

II. Publicações

1. Resumos

Majer, A.P.; Delboni, C.G M.; Naves, J.L.; Dias, G.M. (2006) Estrutura de tamanho e crescimento em Tropiometra carinata (Echinodermata: Crinoidea). III Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 04 a 08 de dezembro de 2006, São Paulo, SP.

2. Monografias

Bortoluzzi, N.B. (em andamento). Ciclo reprodutivo do crinóide Tropiometra carinata (Echinodermata: Crinoidea) da Praia Grande, São Sebastião SP. Universidade Metodista de São Paulo.

III. Equipe

Pesquisadores

  • M.Sc. Alessandra Pereira Majer
  • M.Sc. Cynthia Grazielle Delboni
  • M.Sc. Jeanete Lopes Naves
  • M.Sc. Gustavo Muniz Dias

Estagiários

  • Natália Bottan Bortoluzzi (Universidade Metodista de São Paulo)

IV. Financiadores

 
Instituto Costa Brasilis - Desenvolvimento Sócio-Ambiental
Rua Emiliano Cardoso de Mello, 46, Vila Butantã, CEP 05360-000
São Paulo - SP - Brasil